Boas vindas a quem chega!

Este é um blog destinado a falar de tarot. Para escrever sobre tarot e suas infinitas possibilidades. Para ler tarot, presencialmente ou online.

Para agendar a sua leitura, entre em contato: pietratarot@icloud.com ou (11) 98136-2050

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Uma memória de tarot

Andar com um tarot na bolsa é uma coisa bem comum entre tarotistas. Algumas vezes, troca-se o deck. Como uma vontade de estar com um amigo, um novo baralho vai passear.

Ter esse deck na bolsa faz com que se tenha muitas oportunidades para olhar as cartas. Nem que seja para relembrar os símbolos, conhecer coisas novas ou conversar com aquelas cartas.

O Gaian Tarot é a minha companhia atual. Desses decks dos quais se tem muita intimidade. Me lembro dele sendo feito... me lembro da edição de colecionador chegando... me lembro da promessa dele sair pela Llwellyn... me lembro de comprá-lo pequeno para não ter de andar com cartas de 10x15cm em papel reciclável e tinta de soja por aí - resumindo.

Foi, então, esperando um horário de visita em hospital que resolvi pegar o Gaian, o grande, para olhar. Sem dúvida, o clima do ambiente e do acontecia faziam um pano de fundo. Quase uma pergunta... Certamente o contexto.

Ali, sentada, mexendo nas cartas, puxei uma. Num movimento que, para os tarólogos, é corriqueiro, veio o desfecho daquilo tudo. 10 de copas..

Naquela ocasião que aprendi que copas são, de fato, emoções. E que seu comprimento definitivo, do 10, é também a última homenagem. Ato derradeiro de amor. Despedir-se. Sepultar com dignidade. Seguir em frente. Ter saudade.

O tarot é mesmo um amigo. Aquele que fica em sua caixinha ou saquinho. Que nos responde apenas quando perguntado ou mexido. Carregar tarot na bolsa é ter sim bolso cheio de memórias.

Pietra, trabalhando memorialismos de tarot

domingo, 26 de fevereiro de 2012

O Mago + 10 de ouros

Shapeshifter Tarot
Essa multiplicação dO Mago te faz acreditar que vc tem muitas moedas... e se não tomar cuidado, elas se vão.

Qual é a vantagem?

Você realmente se sente bem e merecedora.
Trabalhar para ganhar suas 10 moedas é uma coisa incrível, pois vc sabe que veio de meio certo, concreto e honesto.

Fez seu show? Ganhou seu cachê? Gastou com algo que lhe fez feliz?
Segue com o Mago, desbravando caminhos e descobrindo oportunidades.

Pietra

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Adoção com promoção

Olá, leitores e amigos de Tarot: Leitura e Escrita!

Por esses dias encontrei essa linda princesinha gata aqui perto de casa. E os gatos de Tarot: leitura e escrita tem suas idiossincrasias, logo, ela busca uma casa feliz e aconchegante!

Ela  tem uns 3 meses, está saudável, mas bem magrinha.
Gostaria muito que essa pequena pagem de copas arrumasse uma casa.

Queremos ainda oferecer uma benesse: se vc se identificar com ela e a levar para sua casa para ser sua gatinha, ganha do Tarot: Leitura e Escrita uma leitura de tarot.

Repassem, contem e façamos uma corrente do bem animal!

Pietra

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Torre - importante saber

Existem coisas que sabe-se que não dão certo. Misturar água com azeite, por exemplo. Você coloca as duas coisas ali, mexe até cansar, agita... mas, no fim das contas, por mais que um pareça estar cansado do outro e desistindo, eles se separam. E tudo que se tem é uma tremenda meleca...

Outras coisas que não dão certo e que aparecem muito em leitura de tarot:
- querer partir um casamento para ficar com ele/ela. Sinceridade, eu só vejo pessoas muito confusas, ou com dependências emocionais...
- querer engravidar para ficar com ele/ela.
- querer aprontar no emprego ou com o seguro para tirar um dinheiro extra.

E, vira e mexe, quando aparece um caso assim para mim, uma Torre espreita a leitura. Ela aparece para avisar que desse jeito: doente, co-dependente, triste, padronizado e infeliz está com os dias contados.

É claro que ela aparece em muitas outras ocasiões e, como divisor de águas, ela mexe com tudo... não é pontual... é geral... é a vida.

Logo, com ela te olhando na leitura, eu pergunto: se vc já tem uma ideia de que o raio vai cair e que vai ser no seu terreno e não apenas numa árvore ou antena, o que vc pretende fazer? Vc percebe o que é que vc está engessando, prendendo ou exagerando (ela vem depois dO Diabo, lembra?)? Qual é o plano mal bolado? Qual é a má vontade? Por que é que vc está cuidando da vida do outro e não da sua?

E aí vem A Torre como uma lembrança que, por mais que haja movimento e interação, somos responsáveis por nós, pois, de uma hora para outra, a pessoa (pessoas) com quem nos envolvemos pode mudar de ideia - e isso pode gerar essas mudanças tão drásticas.

Não somos donos da vontade alheia. Então, cuidemos bem da nossa. E que seja boa.

Estou escrevendo isso pq como é clara A Torre como sinal de: é, não dá mais.

Resposta padrão para esses casos: querid@, vc é água, ele/ela é azeite. Vamos atrás de um limão para combinar esse tempero? Um sal que derrete na sua, que tal?

Pietra

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Cartas intencionais

Por muitos motivos, o tarot pode sim, ser intencional.

Podemos escolher cartas para representar um desejo, uma virtude ou uma situação e meditar sobre elas. Escolher uma imagem que gostamos muito e deixá-la perto de nós. Fazer um quadro, uma tatuagem, uma combinação.

Podemos fazer uma leitura. Uma na qual vc escolhe o que acredita ser o melhor ou o mais adequado para uma situação e depois tira do deck uma que é o que o destino te indica... E pode fazer uma profunda reflexão entre o que se deseja e o que te espera.

Cartas intencionais são possíveis. E até para nós mesmos atuarmos em nossas vidas. Livre-arbítrio é isso... conhecer o que a vida direciona para nós até o momento: aceitar ou agir.

Escolhi, então, intencionalmente 10 cartas.
Uma escolha de proteção.

Uma escolha de boa sorte!

Uma escolha de felicidade.

Uma escolha de generosidade.

Uma escolha de virtude.

Uma escolha de paciência e oportunidade.

Uma escola absolutamente livre!

Paz. Interna e externa.

Beleza. Que reflete e resplandece... como água.
São votos a mim e a todos. Pois um Mundo em paz começa por nós, em paz. E, em seguida, pelo nosso fazer à comunidade.

Pietra

PS: fotos do Shadowscapes Tarot, fotos minhas com Instagram.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Multiplicador!

Shapeshifter Tarot
Essa semana, O Mago será apoiado pelo 10 de ouros.

O Mago, mágico, multiplicou um ás de ouros em 10!

Pietra, pensando no que se aprende essa semana.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Ás de ouros na mão dO Mago

O Mago carrega consigo todos os ases. Eles estão em sua mesa ou em sua mão. São parte dos seus truques, dos seus fazeres.

Fico pensando quando são mágicos e se transformam até o 9 e 10 de seus naipes... Fico pensando quando são apenas placebos para aquilo que pensamos que existe.

Sempre penso no ás de ouros como uma grande semente...

Essa semana fiquei pensando em como plantamos e colhemos e como isso acaba exigindo estratéfias para lidar com o que se colhe. Ou de como colhemos.

Fazemos coisas que nem sempre faríamos ou ainda fazemos um showzinho de Mago, no palco, para poder plantar uma imagem.

Em alguns da plateia, isso gera empatia... em alguns, estranheza.

Acredito que um ás de ouros usado pelo Mago faz lembrar que um mesmo truque pode nos levar a ver um lado ou o outro da mesma moeda.

Verdade, né?

Nem sempre dá pra agradar todo mundo...

Mas preciso dizer, da minha parte, o palco continua armado e iluminado, pois meu público espera...

Pietra, tirando a próxima carta que apoia O Mago.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Saudade

Hoje me peguei com saudade de alguns dos meus decks. Fui lá mexer com eles. Tirar uma carta ou outra ao acaso (?). Olhei símbolos que estavam ali e não tinha dado conta ainda.

Hoje eu me lembrei porque comprei cada um deles.

O Mythic Tarot foi o primeiro. Comprei a edição nova... mas não sou a mais fã.
O Marseilles, Grimaud foi o último.
Housewives me deixa feliz com suas imagens.
Golden Tarot eu comprei para, também, olhar a lateral dourada.
O Gaian Tarot comprei grande e pequeno, porque acredito nessa forma espiritual de ver o tarot.
O centenial edition do Waite-Smith eu ganhei de natal do meu marido e sou apaixonada pelas cores dele.
O Magical Forest eu me apaixonei pelos olhos imensos e pelos carneirinhos. Nath Hera trouxe da Itália... aliás, de lá, Pagan Cats e New Vision.

Ando, todo o santo dia, com pelo menos um, na bolsa =)


Pietra

sábado, 18 de fevereiro de 2012

No Carnaval...

O Louco é o Rei =)

Já pensou numa coisa completamente nova que você faria nesses dias de folia?

Marmort Art
Pietra, experimentando e re-estabelencendo com seus decks

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Tarot de tudo?

Numa passagem rapidinha pela Livraria Cultura, que está com vários decks de pronta-entrega, aliás, vi umas coisas curiosas... que, pra variar, me colocou pra pensar.

Acho muito interessante que consigamos colocar o tarot sobre o que é nosso. Quero dizer, existe coisa mais humana que o tarot? Sua narrativa é a humana. Sua forma de expressão é a humana: Arte, Literatura... é subjetivo... faz caber-se naquilo que as pessoas compreendem. Além do que, tudo que está no tarot é parte, foi parte, ou será parte das nossas vidas.

Amo que faz seu próprio deck, porque compartilha com outros interessados em tarot suas percepções, ideias e sua arte. E quando é publicado por uma grande editora ou quando a pessoa consegue se publicar sozinha, é muito legal, pois as possibilidades crescem.

Porém, observando alguns temas... bem... penso até que ponto se faz decks a toque de caixa ou para cair sobre uma necessidade editorial. Eu vi uns decks que são publicados pela Lo Scabeo que são lindos... Klimt Tarot - adoro! E seus títulos com arte, Botticelli... enfim. Mas quando vi o Law of Attraction Tarot me incomodei.

Primeiro, pq achei estranho... quero dizer, imagina colocar nos 78 arcanos o lance da Lei da Atração? E quando for 5 de ouros? Ou 3 de espadas?

Além do que, me parece que com o tempo, a arte plástica da Lo Scarabeo é mt parecida entre decks, e meio cartoon... mas aí é outra história...

De toda forma, será que tudo cabe como tema? Já sei que temos baseball, Halloween, fadas, deuses, princesas, donas de casa (amo)... Mas estou "des-estabilizada"... Será que tudo que planta, dá? lol

Pietra

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Ainda dO Mago

Ele vem e oferece um tantão de coisas... objetos brilhantes, olhos brilhantes até.
Ele encanta.
Mas O Mago pode estar para te engrupir.
Atenção!
Algumas vezes, pode ser um moeda de um real que rola e chega no pé de outra pessoa. Sorte pra um... o outro?

O Mago nos mostra caminhos. Podemos seguir ou não, podemos seguir o que ele sugere. Ou não.

Existem muitos Magos, muitos caminhos. Nem sempre precisamos de todos, o tempo todo, sempre.

O caminho pode começar no Mago... mas como 1, ele vai passando e O Louco, segue.

Pietra

PS: tb estou escrevendo isso pq tenho vendo uns movimentos estranhos. Pessoas se encantam por pessoas, vêem as possibilidades... Só que se não faz como O Mago + O Diabo quer, ele emburra... Vamos seguir, gente. No mundo do Tarot, existem muitas possibilidades, blogs, cursos, eventos... não precisa ser o meu, aquela loja, aquela editora. Vamos nos colocar no Mundo. Porque o abismo, sim, expreita. E ninguém precisa se machucar =)

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Mago com 7 de copas

Depois de uma semana, vamos conversar um pouco sobre os truques dO Mago.

Sem dúvida, a primeira coisa que eu penso quando O Mago aparece penso em caminhos e possibilidades que se abrem. Se ele é o começo, bem, vamos começar.

Nesse caso, especificamente, fez mais sentido ainda, pois estamos fazendo uma vida nova por aqui e, mais que isso, uma nova prática, que senti que precisava para a carta da lunação.

Já o 7 de copas, é uma carta de que nos abre para tantas coisas... logo, eu pensei numa música de muitos e muitos anos atrás:
"Nem tudo que reluz é ouro
Nem tudo que balança, cai.
Nem sempre tem um tesouro
Por onde a gente vai..."

E foi quando me veio, uma parte do que o Mago é, também, é o trickster e com o 7 de copas, temos essa questão, para onde eu olho? Será que eu estou mexendo e fazendo e me centrando no que deveria?

Bom, depois de uma semana, percebi que estava tomando algumas atitudes que tinham a ver com o meu trabalho, por exemplo, mas não estava refinando exatamente no foco que deveria. E caiu como uma copa cheia de água fria.

Assim, termino a primeira semana do Mago me mostrando como é que lidamos com todas as coisas que O Mago põe na mesa... para o que olhamos...

Pietra, tirando a nova da semana

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Orientação mensal - um novo caminho

Com o Mago marcando o caminho para um novo fazer, desenhei um caminho.
Marsellha, de Grimaud

Farei uma junção entre a carta do mês e mais uma, toda semana.

Então, na primeira experiência, veio o 7 de copas.

A pergunta que me coloquei: O que será que O Mago faz que realmente é pura ilusão? Estar com a-faca-e-o-queijo-na-mão realmente é ter todos esses elementos? O que O Mago não está nos contanto ou para onde desvia nosso olhar?

Pontos nessa reflexão, assim que a semana - domingo - se findar =)

Enquanto isso, estou aqui, escolhendo minhas copas... entendendo coisas do Mago com os nossos sentimentos.

Pietra

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Lunação de fevereiro... Uma nova perspectiva

Como eu havia comentado, estava meio descontente com o fato de não conseguir me lembrar direito do meu caminho de lunação. Então, num semestre de Temperança, resolver cozer algo novo pra mim.

E quem vem me ajudar nesse novo momento?

Golden Tarot
O Mago!

Achei bastante adequado e um sinal importante para dar um kick-off nas coisas.

Para complementar as leituras de orientação do mês, tomei nas mãos uma ideia que apareceu na virada do ano: parear as cartas. Assim, ao invés de fazer um caminho do mês, vou ter:

Arcano maior: tema do mês
Um arcano por semana - maior ou menor, pareado com o mês para saber: que lição há para aprender?

Lua cheia chegou, estudo começou...

O que podemos aprender sobre nós mesmos? Ah, tarot... Meu guia =)

Pietra

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Tirada de 3 cartas

Ouvindo um podcast hoje fiquei pensando em como as leituras de 3 cartas são úteis. E como EU lanço mão delas.

Claro que temos métodos de leitura muito consolidados, como a mandala ou a cruz celta (que eu fiz umas 3 ou 4 vezes na vida) ou o templo de Afrodite. E o panorama que nos dão são extensos e profundos.

Agora, a leitura de 3 cartas. Como é útil. Para mim, é o pretinho básico (embora eu diria marrom básico, ou cinza ou vermelho - os novos neutros hihihihi). Com ela você pode, rapidamente, olhar um contexto de uma situações, compondo cartas; se pode olhar passado-presente-futuro, você pode olhar o que se precisa saber-obstáculo-conselho...

Uma coisa que ouvi e concordo em relação às 3 cartas é que elas são fáceis de relacionar.

Tenho usado leituras com 3 cartas para explorar as casas da mandala, por exemplo. Muito rico.

Assim, deixo um convite para pensar: como vc usa as leituras de 3 cartas? Tem uma construção específica? Conta para nós!

Pietra

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Curso Online - Fevereiro 2012

Arcanos Menores!

Para quem estava com saudade e para quem quer estruturar seus estudos, pensamentos e práticas sobre arcanos menores, chegou o momento!

Os arcanos menores são as nossas situações do dia a dia e os detalhes que enriquecem os arcanos maiores e que nos mostram quem somos quando chegam.

1o. encontro - exploração do naipe de copas.
2o. encontro - exploração do naipe de espadas
3o. encontro - exploração do naipe de paus
4o. encontro - exploração do naipe de ouros
5o. encontro - leitura estruturada para prática - arcanos maiores e menores

Os encontros serão semanais, via Skype. O investimento de R$90,00.

Vamos começar dia 15 de fevereiro, às 20hs. Cada encontro terá, aproximadamente, 2 horas.

Se tiver alguma dúvida, entre em contato! pietratarot@me.com


sábado, 4 de fevereiro de 2012

E quando uma carta passa a se repetir muito?

Bem, claramente existe uma mensagem dada aí.

Hoje, o astrólogo Oscar Quiroga escreveu para os librianos: "Tudo que se repete constantemente tem enorme força no processo de manifestação da alma."

E fiquei pensando nas três vezes que o 2 de paus apareceu essa semana. Juntar dois ases e lidar com essas energias fogueiras de uma vez faz com que: ou que tomemos atitudes ou que nos queimemos.

2 de paus e o horizonte de energias que se apresentam. O que será que existe além mar? Nossos planos? Então, bora colocar as mão na massa!

Se juntar o Julgamento, a verdade do que você com as perspectivas do 2 de paus, faz-se o que tem de ser feito para ser tudo que se deseja.

O chamado para a Jornada =)

Vamos?

Pietra

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Encontro com símbolos

Algumas vezes, encontramos símbolos e arcanos em momentos da vida, reconhecendo arquétipos ou mesmo, encontrando cartas na rua. Dessa vez, o símbolo veio de outra forma. Com um animal.

Isso já me ocorreu em outras situações e foi muito certeiro.

Quem me apareceu hoje, duas vezes, foi a libélula. Uma azul. Pequenininha. Na sala de aula e, pasmem, na manicure. E sim, ela me ajudou a escolher o esmalte. Eu sei que pode parecer meio esquisofrênico, mas eu sou uma pessoa que costuma dar atenção para essas coisas. No esmalte que a libélula sentou, eu passei na unha. Estão lindas. Tomate, da Mohda.

Mas, claro que eu levei para um lado mais aprofundado... e quando a vi a primeira vez, na sala de aula, pensei: o que será que esse bichinho quer? E me lembrei do Animals Divine, deck da Lisa Hunt.

A libélula é o 2 de paus. Juntamente com os significados do 2 de paus tradicional, vem as ideias e conhecimento sobre o espírito e a medicina do insento: "a libélula é a essência das asas da mudança, mensagens de sabedoria e conhecimento; busca por um hábito que precisa ser mudado."

2 de paus e suas decisões... 2 de paus e o mundo nas mãos...

Pietra