Boas vindas a quem chega!

Este é um blog destinado a falar de tarot. Para escrever sobre tarot e suas infinitas possibilidades. Para ler tarot, presencialmente ou online.

Para agendar a sua leitura, entre em contato: pietratarot@icloud.com ou (11) 98136-2050

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

A Roda num ventilador, o Louco num palhaço

Vendo o filme O Palhaço com o Selton Mello, me pareceu impossível não ver:

- a forma com que os veículos, Carros, se movem pelo filme e como a mudança interior de uma personagem muda completamente a perspectiva de como damos andamento aos objetivos. A estrada tem sempre seus paliaremos, suas poeiras, suas desatinações. Se a andamos de bicicleta, pau-de-arara, kombi ou a pé, tem horas que é só uma escolha. É só saber para onde ir.

- a beleza do Diabo, da tentação, da malícia e do roubo são sim notados pelos Loucos e acabaram gerando credibilidade nos Eremitas e Hierofantes.

- palhaços têm sim a luz do Louco de roupas coloridas, um tantico se atenção distraída que o deixa fazer o que mais ninguém faz. E na caminada do Louco, para seguir seu coração, como Enamorado, encontra finalmente o que e quem o faz rir. Que lindo. É a roda que determina nossos novos momentos, nosso crescimento na vida. Vida e Morte de quem mantém sua essência e a aperfeiçoa.

Do mais, eu juro que vi naquele ventilador uma tremenda Roda da Fortuna. Que põe tudo em movimento, que oportunisa as transformações.

Tem horas que é só ir atrás e conquistar o ventilador. O que essa aventura nos dá, faz com que todo no resto se desencadeie. Nos tornamos mãos plenos e conscientes de quem somos, mesmo sendo O Louco.

Pietra, convidando a todos para ver o Palhaço.

domingo, 27 de novembro de 2011

Palestra sobre Tarot como instrumento de Bruxaria

Foi um encontro de domingo cedinho...
E para falar de como uma espiritualidade responsável pode ser apoiada por uma boa prática de oráculos.

Os oráculos, como o tarot, além de apontar caminhos, pode nos ensinar posturas desejáveis e através do entendimento dos símbolos, podemos inclusive, fazer magia e melhorar nossa realidade.

O tarot é um conselheiro valioso. Que nos ajuda a compreender o que está à nossa volta. Pode nos apontar o que nos enfraquece e pode nos indicar o melhor remédio para nossa cura.

Algumas vezes, o tarot é a própria. Pois nos ensina, a cada dia, a lidar conosco. Autoconhecimento... quem é você quando a Torre aparece, por exemplo?

Quero agradecer de coração quem esteve comigo hoje cedo! Foi uma experiência muito gostosa. E como eu sempre digo, Rio, eu gosto de você!

Pietra, de volta a Sampa!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Dia de Ação das Graças

Hoje, 24 de novembro é o Thanksgiving Day, no qual, preponderantemente, se pensa em perus e tortas de abóbora com sorvete - adoro!

Porém, durante o dia, a amiga Cássia, me lembrou que hoje é sim dia de ação das Graças. Lindas deusas que acompanham Afrodite e fazem com que as bênçãos que os Deuses nos mandam, me concretizem no plano físico.

Assim, no dia de ação das Graças, agradeço sinceramente a quem me acompanha no blog, a quem vai às palestras e encontros do Chá de tarot. Agradeço os meus queridos alunos de tarot que fazem muita coisa acontecer.

Obrigada, amigos queridos, pois vcs fazem toda essa alegria de carinho, tarot e Pietra!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Semana de Ação de Graças 3

Amanhã é o dia... queria estar com o peru preparado e a família reunida, mas ainda demora um mês. Mas ok =) O que vale, literalmente, é a intensão.

Hoje, a carta que veio para nos ajudar a pensar no que estamos agradecendo, é o Ás de Ouros.

Morgan-Greer Tarot
Ah, minha semente. De todos os ases, de todas as possibilidades, acredito que ele seja a mais visível, aquele feijãozinho que colocamos no algodão e vamos acompanhando brotar, olhos vistos.

Do site Tarot Teachings:
"Já pensou em novas formas de encontrar curas para seus assuntos?
E quando encontramos oportunidades muito empolgantes e promissora?
Tem horas que temos de fazer o que precisa ser feito. Pois resultados apenas vem quando fazemos o trabalho duro antes.
E não se esqueça: aproveite o que está na sua vida nesse momento. Existem momentos que temos de fazer, uma coisa de cada vez, um dia por hoje!"

Reflexão de agradecimento:
Agradeço pela oportunidade de colocar um lance no lugar. E de curtir oq já existe!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Semana de Ação de Graças 2

Shadowscapes tarot
Hoje vamos aprender, observar e agradecer com o 9 de paus...

Do site do Shadowscapes:
"Vigilância, força em reserva, estar preparado.
A sentinela se mantem vigilante e lá do alto observa, são guardiões eternos. Eles defendem contra o desconhecido, contra o que vem do abismo - talvez seja apenas luz e névoa que vem do fim do mundo, porém nunca foram além dali. Sabem apenas que foram incumbidos de cuidar daquele local, olhos para o oeste, onde a luz se vai ao fim de cada dia".

Reflexão e agradecimento:
Agradeço por deixar as coisas acontecerem e saber que, se precisar, a gente se defende; se não, aproveitamos!

domingo, 20 de novembro de 2011

Semana de Ação de Graças

Como é sempre muito importante olhar em volta e perceber e agradecer pelo que aprendemos, mesmo nos momentos mais encardidos, vem a proposta da semana: tirar um arcano diário e observá-lo. No fim do dia, agradeça por algo que aprendeu, percebeu ou se reafirmou sobre ele.

Prontos? O primeiro:
7 de paus
"coragem para lidar com a adversidade. Você para o que está fazendo para superar uma dificuldade. A bravura será recompensada".
Do Golden Tarot lwb

Reflexão de agradecimento:
Superar a dificuldade hoje realmente foi um desafio, porque pareceu que tudo estava se encalacrando. Então, veio a poesia e me fez colocar os paus de lado e fazer parecer que toda aquela coisa pesada cai por terra... Obrigada, 7 de paus por me mostrar a intensidade e a leveza!

Breve reflexão

Torre...

Um raio que ilumina. De repente.
E faz com que tenhamos uma atitude. Assim. Sem prévio planejamento. Ponto final.

Próximo parágrafo? Estrela.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Por que tarot para si?

Dia 30/11 começa o curso online "tarot para si".

Mas por que escolhi esse tema?

Porque sou uma entusiasta de usar o tarot como instrumento do tarólogo para o tarólogo. Acredito que, se temos uma habilidade e um conhecimento, podemos usá-los também para nosso benefício. Se professores alfabetizadores lêem, tarólogos deveriam fazê-lo para si.

Porém, sempre que esse assunto vem à baila, vemos que a grande coisa é a ansiedade que toma o tarólogo e, assim, esse acha que está vendo de mais ou de menos, que não pensou muito bem sobre aquilo.

A idéia desses encontros semanais do curso é aproximar o tarólogo do tarot como um ser humano se aprochega de um livro.

Tudo começa com seu arcano pessoal e por meio de uma prática e reflexão diárias, vamos nos aventurando mais e mais a pedir conselhos ao tarot.

Mas, Pietra, e quando a coisa é mais séria? Pois bem. É a mesma coisa, pois sabemos e dizemos ao consulente que é preciso paciência e degustação da leitura.

Querido tarólogo, precisamos nos exercer como fazemos ao próximo: ter paciência, persistência e atenção. Assim, Lemos para nós mesmos!

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Novo curso online

Hoje, dia 16/11, termina o curso online de leituras e tiragens.

Então, para não deixar saudades, o próximo módulo começa em 15 dias!

Curso online de Tarot para si.



O tarólogo sempre sente um pequeno receio de fazer leituras para si. "Será que estou vendo demais ou de menos?"

Venha apaziguar essa voz com exercícios e práticas que levam o tarot para ser um instrumento, também, do tarólogo.

4 encontros, às quartas-feiras a noite. 20hs.

Investimento: R$90,00

Dúvidas? Escreva: pietratarot@me.com

Te espero!
Pietra

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Atividade com Tarot, proposta de Jude Alexander


Original em http://divineplayproductions.com/412/
Tradução livre minha.

Jude Alexander, criadora do Tarot Game fez essa proposta de contação de história com o tarot e como parte das jogadas do tabuleiro. Segue a ideia

Quando jogando o  Tarot Game e para em um espaço STAR, você pode escolher até 5 cartas do deck completo. Então, começando com "era uma vez", conte uma história curta baseando-se nas imagens daquelas cartas. Tente contar a história na ordem com que as cartas foram tiradas, mas, como variação, você pode rearranjá-las.

Segue um exemplo:
Cartas tiradas por mim, diferentes do post original - sim, eu quis experimentar essa escrita.

Era uma vez uma família que viva feliz em um reino próspero e pacífico. 
Esse reino tinha uma tradição: uma vez por ano os senhores das terras eram convocados a prestar seus serviços como cavaleiros ou senhores de armas para guardar as fronteiras e assegurar a volta dos comerciantes e a boa vinda das colheitas dos agricultores e criadores de animais.
E esse momento chegou. Famílias se preparavam todas para despedir-se de seus homens que seguiam diferentes rotas ao longo da terra real, trazendo a riqueza em segurança a todos que ali moravam.
Depois de muito ver seus familiares fazerem esse trabalho, William parecia muito entusiasmado. Era a primeira vez que sairia montando para trazer um grupo de agricultores de trigo de suas fazendas. Guardaria a safra de trigo daquele ano. Esperava por aventuras e ação. Claro que não queria que houvessem grandes perigos, pois sabia que as pessoas contavam com aqueles grãos para seu sustento.
Em seu caminho com aqueles agricultores, William ouviu grandes histórias. Não sobre batalhas, mas sobre como a semente do trigo corre pelo campo e como ele doura sob o sol, como o pão dentro forno. Com aqueles pessoas simples de arado e ceifas, aprendeu sobre os ciclos e ponderou que eles também sabiam muito de guerra e cavalaria. Sabiam da batalha que a semente trava com a terra para sair como um pequeno broto e de seu sacrifício quando o momento da colheita chega, para sustentar e manter as pessoas daquela terra. 
Com os anos, William fez aquela viagem muitas vezes. Mas a fazia com uma reverência muito diferente e cada vez, mais profunda. Sempre voltando com uma nova inspiração e mais entendimento de como cada qual tem seu lugar e sua função nesse mundo.


O desafio é aproveitar a inspiração que as cartas trazem antes de ser direcionado pelo seu conhecimento prévio do significado das cartas ou do que está escrito nos livros de estudo. Se você estiver jogando, a primeira carta que aparecer, vai para a sua leitura, e você ainda pode colocar partes da sua história na leitura também.

Tente com 5 cartas tiradas aleatoriamente. Para melhores resultados, tente usar uma baralho que você veja pouco, assim as imagens estarão bem fresquinhas.

Se quiser, relate sua experiência! É possível traduzi-la para o inglês e dividir com o a autora do jogo e do post, Jude Alexander.

Pietra, playing on...

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Uma copa de café

Ganhei do Emanuel um gostoso e regional café de Três Corações.

Café nos acalma. Nos anima. Nos coloca em clima de confraternização. Oferecemos café para quem nos visita. Meus ancestrais viveram de café por algum tempo.

Tudo de copas... Amizade. Ancestralidade. Carinho. Café.

Energias e tarot

Ouvindo um pouco do trabalho do americano Paris Finley, www.tarotbyparis.com , me peguei muito interessada no que ele apresenta sobre energias e como cada arcano é uma energia e que pode ser uma excelente representação ou de arcanos reversos ou de possibilidades dentro de um mesmo arcano.

O que Paris nos diz é que cada carta tem a sua energia e que, geralmente, é o que mais comumente entendemos sobre os arcando. Coisas de estudos, mesmo. Porém, existem momentos em diferentes leituras e contextos podemos perceber que algumas cartas podem estar potencializadas ou enfraquecidas.

Ai, uma das coisas interessantes sobre isso é que ele estabeleceu que uma carta reversa seria uma carta com pouca energia e isso poderia ser estabelecido tanto pelo contexto que se insere quanto por sair de cabeça para baixo.

Acho que, dessa forma de olhar, é sempre importante perceber como as cartas estão dadas, porque sim, os arcanos, em seu ser, podem ir em extremos. E como saber?

Percepção. Contexto. Atenção. Conhecimento.

Vamos experimentar essa idéia?

Vamos escolher um arcano: 6 de ouros. O que esse arcano pode significar?
Generosidade.
Daí começamos. De quem para quem? Sua para outrém? É importante saber receber a generosidade do outro.
Com mais energia pode ser um arcano de muito mão aberta, talvez até levando pérolas aos porcos.
Com pouca energia, pode ser não saber exatamente com quem lidar ou pode ser de aceitar qualquer coisa de qualquer um.

Bom, fica o convite para essa reflexão sobre as energias do tarot.

Pietra

domingo, 13 de novembro de 2011

Jogar o Tarot Game online

Para quem quiser experimentar, chegou o momento!

Estou ofreciendo momentos de jogo online: individual, em grupo de amigos ou com outras pessoas que também gostariam de experimentar.

Para agendar com seu grupo ou individualmente, ou para tirar dúvidas, escreva! dichiaroluna@gmail.com

Investimento individual: R$30,00

Para saber mais, clique aqui!

sábado, 12 de novembro de 2011

Quando o arcano vem em sonho

Empress
Wizards Tarot
Por esses tempos, joguei o Tarot Game com a amiga Petrucia Finkler. E numas conversas sobre casa e como lidar bem com o lance de ser esposa, assalariada, amiga, irmã etc e tal, um arcano apareceu para ambas... A Imperatriz. E no meu momento, foi para falar de como eu me nutro e como nutro os outros.

Para mim, ficou uma coisa de fazer coisas que me fazem bem... me cuidar, me dar bons: bons momentos, boas lembranças, boas músicas, boas palavras.

Para os outros, eu gosto de deixar as pessoas se sentindo cuidadas e acolhidas. E foi quando me bateu: acho que da rainha do lar, é trabalho dela que as pessoas se sintam confortáveis quando dentro do seu reino. Inclusive, e quiçá principalmente, seu rei.

Isso tudo me deu um ânimo diferente, sabe? E vim fazendo as coisas de forma que todos, eu, meu marido, meus bichos, se sintam bem.

Hoje, sonhei que estava grávida. Que tinha uma barriga redondinha, não muito grande. Quer era uma menina, que teria o nome que eu quero. Que o pai é meu marido e que ele que contava a todo mundo. Estávamos felizes com a tremenda novidade.

Acordei feliz.

É como se a Imperatriz viesse para dizer: está indo bem... é o caminho para gerar, crescer e ser e fazer paz e alegria.

É... feliz já sou =)
Pietra

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

E quando é com vc?

Tirei minha lunação com meus queridos alunos ontem, na aula de tiragens. E foi muito engraçado pq falamos mt de como o tarólogo precisa tb lidar com as situações que o tarot apresenta, afinal de contas, se fazemos para o consulente, pq não no olhamos?

Fato, pq tb temos medos, receios e senões. E isso fica mt claro quando, analisando as cartas que vieram, vemos como temos de lidar com os arcanos encardidos, como Torres e 9 de espadas.

Bom. Para esta que lhes escreve veio uma indefectível Torre.

E na hora, nossa, queria que tivessem visto a minha cara. ��

Agora, mais calma e depois d conversar um tantão com as pessoas, preciso dizer que dou boas vindas à Torre para que chacoalhe tudo oq vem me incomodando e meu causando mal estar.

Tem assuntos na vida que precisam mesmo de um céu claro para nos deixar inspirar.

Pietra

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Encontro Chá de Tarot

Em Santo André, SP, na Casa de Bruxa.

Sábado, 12/11 a partir das 15hs.

Vamos?

Tarot e capitalismo

Eu juro que não vou fazer uma escrita sobre ideologias pró ou contra capitalismo, pois, como eu conversei com meu marido numa ocasião, o sistema que vivemos está aí e nós que temos as armas para fazer as coisas melhores ou piores.

O que eu quero refletir um pouco é sobre como uma coisa que amamos acaba por virar o objeto de ganância, controle ou censura.

Eu imagino que, quando um autor desenha um deck, escreve um livro, ou coloca à público qualquer manifestação artística ou informativa, deseja que esse trabalho sirva ao seu propósito de arte ou de informação. E assim, vai ter quem ame e quem não goste. Mas que ele exista e flua.

Bem, com a organização do nosso mundo, empresas se tornam a forma com a qual podemos ter acesso às produções. Isso quer dizer que, ou estamos rendidos a um ou outro empresário que publique, importe ou distribua ou ainda - e pior - não conseguimos mal e mal que nossos trabalhos se distribuam senão via web.

O que eu quero dizer com tudo isso?

Que eu sinceramente sinto muito o fato de termos que esperar uma loucura de tempo para ter um novo deck ou livro no Brasil. Ou pq não se publica ou pq se publica mau ou pq existe um monopólio na distribuição. Porque também temos que pagar impostos nojentos pelos produtos que desejamos acesso.

Assim quero convidar a quem tem um trabalho, que o compartilhe. Muitos decks nos EUA são o que chamamos de self-published, ou seja, produzido pelo autor. Podemos colocar nossos escritos em blogs, até no Kindle. Vamos conhecer trabalhos feitos pelos seus autores e ver como o tarot pode ser feito e curtido longe dos dedos gananciosos de quem trata nosso amor, nosso dom, nosso estudo como mero lucro.
Pietra

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Aprendi com o Eremita

Estar com o Eremita durante o mês, me fez fazer vários questionamentos e, graças aos Deuses, dividir algum conhecimento via minhas experiências.

Tanto por isso, gostaria de dividir algumas aqui...

Kim Waters Tarot Project
http://www.kimwatersart.net/pages/Tarot.html
- Quando o Eremita aparece, não importa o que vc faça, vc sempre trabalha melhor sozinha... É como se a sua natureza afloresse de um jeito - e a minha natureza é um tremendo Hierofante - que não é possível fazer de outra forma que não aquela que está dentro de você. E se você não sabe qual é, não imagina quanto susto vai levar!

- Quando o Eremita aparece, ele ilumina com o a lanterna... e pouco se vê das lanternas dos outros... e se pensamos em termos de ampulheta, bom, acho que vemos pouco o tempo dos outros também.

O Eremita pode mesmo falar de isolamento... de uma reflexão bem pessoal do que se fez até então para que a Roda gire.

Acho que é um dos pensamentos pertinentes, sabe? Do que eu ainda quero, o que vou levar comigo, quem eu realmente sou, antes que um novo momento aconteça.

Pietra, iluminando.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Suma Sacerdotisa


Jogando o Tarot Game trial version com a Jude semana passada, pensei em uma pequena leitura para mim.

A coisa foi indo super bem, pensamos numas estratégias novas, mesmo porque ela vai fazer esse novo tabuleiro para viajem e a coisa toda.

E foi testando a parte dos arcanos maiores, pintou a Sacerdotisa.

A coisa em si não mudou muito: quando aparece um arcano maior, vc responde uma pergunta. A minha foi:

"Quando você se sente mais autêntica?"

E, vendo aquela sacerdotisa, com aquelas cores brancas e pretas, me bateram duas coisas: 1) como é difícil colocar em palavras o que é da Suma Sacerdotisa; 2) como é o nosso ofício que nos define e como a Sacerdotisa nos ajuda a ver essência.

Bom, como uma pessoa preponderantemente 5, acredito que me sinto mais autêntica quando posso partilhar algum conhecimento com alguém.

Estou com um pouco de "food for thought"... mas me impressiona como essas perguntinhas dos arcanos maiores do Tarot Game pegam a gente.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

De ver as coisas acontecendo

Quando conheci o Tarot Game, via podcast, pensei: olha que coisa bacana. O mundo do tarot está se movimentando para além dos novos decks e livros.

E posso dizer hoje que tive uma experiência boa com isso, pq além de promover um evento, eu pude participar de mais 2 - só esse ano. Isso dá uma ótima perspectiva de como as pessoas estão, tb, querendo ver as coisas acontecerem.

Muito bem. Semana passada, participei de um outro movimento muito interessante. Joguei um versão trial do Tarot Game que a autora, Jude Alexander, está preparando para viagens. E tenho que dizer que amei.

Um novo tabuleiro, novas atividades, uma forma bem dinâmica de jogar. E isso me inspirou!

Estou aqui pensando em fazer jogos online para pessoas do Brasil todo terem essa oportunidade.

Assim, vamos movimentando a nossa comunidade com coisas novas e juntando pessoas afins.

E sim, ano que vem teremos o encontro do Dia Mundial do Tarot e Confraria Brasileira.

Vamos?
Pietra